22 de junho de 2015

Mentiras no Amor

Mentiras no Amor Psicólogo Flávio de MeloEsse tema tem sido bastante recorrente nas psicoterapias em que problemas no relacionamento amoroso é abordado. Todos vivem o cotidiano rodeado pelos outros e cada um tem seu lugar nesse processo de relação: uns são admirados, outros evitados; uns são amigos, outros colegas; uns poucos estão para atrapalhar, outros para contribuir. Mas geralmente, apenas uma pessoa é escolhida para ser amada. É quando vive-se paixões intensas, em que o outro não é apenas a razão do presente, mas a felicidade do futuro. Compartilham pequenas coisas, como passear de mãos dadas, assistir a filmes, ir à praia, carinho e carícias, ou mesmo compartilham decisões, apoiam-se mutuamente. Também constroem patrimônio e, por vezes, família. É nessa relação que com o tempo se esculpe a confiança e a possibilidade de contar com o outro nas felicidades e adversidades da vida. Um caminho que inicia no ficar, passando pelo namoro e casamento.

No namoro, já aparece a construção de sonhos, os desejos de realizações e o quanto o outro faz parte dessa edificação. O outro destaca-se da multidão, é visto como especial. Porém, na atualidade, esses sonhos têm durado poucos anos. Um dos principais motivos é a mentira. É quando se descobre que o outro mentiu de uma forma tão descarada que parecia verdade (Veja o texto Amar é ficar). Mentia nos seus sentimentos, dizia que gostava e fazia carinhos que pareciam sinceros. Mentia, exigindo comportamentos mútuos, pois dizia-se sério, quando, na surdina, vivia e se deliciava com o que reprovava no outro. Mentia quando partilhava a construção de um sonho a dois, quando na realidade estava em dúvida quanto à duração da relação. Quando descoberta a mentira, constata-se que o outro era uma casca, uma fisionomia feia muito bem maquiada. Então despenca do pedestal numa velocidade infinitamente maior do que a fez subir. Os sonhos são interrompidos, a companhia cortada. A tristeza e a decepção compartilham o mesmo espaço do coração.

Tenha coragem, é preferível viver o sofrimento da verdade do que o conforto da mentira. 


Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual.

Contato.
Facebook: Viver – Atividades em Psicologia
Twitter: @flaviopsic

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...