2 de outubro de 2015

Término por Mensagem

Este é o último artigo da série Relacionamento Amoroso On-line. Os demais você encontra no blog viveratividadesempsicologia.blogspot.com. Já vimos como o relacionamento amoroso iniciou, se desenvolveu, entrou em crise e superou, mas às vezes o ciclo finda e ocorre o rompimento. Este artigo aborda o término realizado por mensagem, seus lados negativo e positivo.

Término por Mensagem Psicólogo Flávio Melo RibeiroO bom senso precisa prevalecer na escolha da maneira de terminar um relacionamento amoroso, pois está em jogo a sua libertação do sentimento que os unia e poder abrir-se a novas oportunidades. Caso o término gere raiva, você ficará preso ao outro, pois quando se tem raiva é de algo ou alguém, então, em vez de se libertar, vai se enredar ao outro. Mesmo as pessoas que tomaram a iniciativa de terminar ficam presas aos outros. E isso é mais comum do que parece.
Quando não há briga nem desentendimentos, mas uma pessoa deixou de amar e, por esse motivo, quer terminar, a presença é fundamental. Demonstra respeito pelo outro e a si próprio. Às vezes, porém, quem está “levando o fora” não o aceita facilmente, então o término por mensagem, como um último recurso, é positivo, pois deixa claro o que este não quis entender.

É também positivo para quem recebeu o fora, pois é comum querer se enganar, tentando salvar o relacionamento, achando que o outro terminou num momento ruim, que não tinha refletido suficiente, que ainda resta alguma esperança. Mas quando existe a mensagem, esta pode ser relida e relida. E, por mais dolorido que seja, estará escrito o que realmente o outro disse: não gosta mais de você. Então, releia até entender que findou e vá organizar sua vida sem o outro (Veja aqui os outros textos da série de Relacionamento Amoroso nas Redes Sociais).

Quando a única iniciativa de término foi por mensagem, esta pode ser vista como cruel, pois é avaliado como a pessoa não tendo coragem de ver o sofrimento de quem ela se relacionou por determinado tempo, como se não considerasse o outro. Caso contrário, ela é positiva.


Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual.

Contato.
Facebook: Viver – Atividades em Psicologia
Twitter: @flaviopsic

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...