23 de janeiro de 2017

Como deixar de ser solitário nas férias

Verão, férias, praia, diversão e solidão. Opa, solidão? Isso mesmo, tem pessoas que tem um bom emprego, tem férias, e mesmo assim nesse período de descanso não se divertem por estarem, ou sentirem solidão. A pessoa solitária vive um sentimento de desamparo, angústia, bem como pensamentos contraditórios. Ao mesmo tempo que deseja uma companhia, tem vergonha de olhar os demais e também não quer ser visto ou reconhecido como um solitário, portanto evita encontrar as pessoas. Nada mais contraditório que isso: deseja a presença do outro e promove a solidão.

Esses comportamentos contraditórios que empurram mais para a solidão é bastante comum e dificulta a pessoa de superar esse problema. Se além de solitária a pessoa for tímida, aumenta o grau de dificuldade para superar essa situação. Geralmente a solidão em plenas férias não é algo casual, mas sim um desdobramento do comportamento de vida que se iniciou a bastante tempo. Dá mesma forma que se investe no trabalho para crescer profissionalmente, que se investe na casa para tê-la bonita, é necessário investir nas amizades para se ter companhia. Não é aqui um jogo de interesse, mas de relacionamento. Um relacionamento saudável é bom para os dois lados. Isso quer dizer que uma amizade não pode se apoiar apenas em um dos lados. É importante os dois investirem na amizade.

As férias, por ser um período maior de tempo com folga aponta com mais clareza a solidão, pois o tédio se arrasta por dias intermináveis. Se você não quer viver isso, invista com antecedência para que isso não ocorra, ou não venha mais ocorrer. Procure fazer atividades em grupo que propicie conhecer e tecer amizades. Tome a iniciativa de unir as pessoas. Quando se está estudando, a turma de aula facilita conhecer pessoas, ou mesmo no trabalho, mas é fundamental que exista afinidades para que a relação se mantenha. Então analise o que você gosta de fazer e se insira no meio em que outras pessoas também façam o que você gosta. É um esporte, é um hobby, é algum tipo de arte, procure onde se inserir.

Um dos grandes segredos para se ter a companhia dos outros é se mostrar e se interessar pelos outros em primeiro lugar para então as pessoas se interessarem por você. Se dedique sinceramente aos outros, nos ambientes onde haja afinidade com que você gosta de fazer.

Psicólogo Flávio Melo Ribeiro
CRP12/00449


A Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual.
flavioviver@gmail.com (48) 9921-8811 (48) 3223-4386
Página no Facebook: Viver – Atividades em Psicologia
Canal no Youtube: Flávio Melo Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...