25 de abril de 2017

Ansiedade, a vilã da dieta.

 Ansiedade, a vilã da dieta.
Durante anos escrevi sobre controle da ansiedade vinculado a diversos fatores da vida, entre eles: trabalho, sexualidade, esportes, falar em público e principalmente dieta. Hoje eu preciso fazer esse trabalho comigo mesmo, pois percebo que tenho ingerido mais alimento do que preciso e não necessariamente por fome, consequentemente estou engordando. Mais do que fazer uma dieta é controlar a gula e evitar alimentos processados. Nas próximas semanas postarei um relato de como foi a semana, as vivências mais significativas e como vivi a ansiedade, como compreende-la psicologicamente e como superá-la.


Em primeiro lugar é importante diferenciar angústia de ansiedade, pois muitas pessoas confundem e a maneira de superá-las é diferente. Angústia é um sentimento, vivido como uma grande aflição, uma agonia sentida no corpo, um mal estar psicológico e corporal, podendo haver taquicardia. E esse sentimento está ligado à escolha. Só vivemos a angústia diante de algo significativo na vida que precisamos escolher. E a ansiedade, por sua vez, está ligada a tentativa psicológica de eliminação do tempo. A pessoa quer resolver tudo imediatamente, não consegue esperar a resposta. Pode ser tanto uma resposta boa como ruim.

Combater a gula é controlar a ansiedade geral e em particular repensar a forma de como se alimenta. Uma pessoa muito ansiosa fica tão absorvida em determinada tarefa ou problema que realiza as demais atividades sem prestar atenção, pois sua atenção se mantem no problema ainda não resolvido. E isto interfere no fato de engordar, pois quando vai se alimentar não está atenta ao ato de comer e a tendência é comer muito rapidamente. Essa pressa não permite o cérebro identificar a saciedade com a quantidade de comida necessária à sua alimentação, então come até o estômago ficar cheio. E isto geralmente indica que já ingeriu mais calorias que irá gastar no dia e consequentemente acumulará o excesso em forma de gordura.

Como combater a ansiedade através do planejamento? Como superar a angústia diante das escolhas dos alimentos? Como manter foco no controle alimentar? Essas e outras dificuldades que trabalho com meus pacientes e provavelmente irei me deparar serão os tópicos das próximas semanas. O objetivo vai ser emagrecer oito quilos em dez semanas. Isto significa perder oitocentos gramas por semana ou cento e quatorze gramas por dia. É algo possível desde que o controle sobre a ansiedade e consequentemente da gula seja mantido. Esse é o desafio das próximas semanas. No próximo artigo já terei completado duas semanas de dieta e começarei a relatar o que ocorreu comigo nesse período.

Psicólogo Flávio Melo Ribeiro
CRP12/00449


A Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual.
flavioviver@gmail.com (48) 9921-8811 (48) 3223-4386
Página no Facebook: Viver – Atividades em Psicologia
Canal no Youtube: Flávio Melo Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...