20 de setembro de 2017

Saiba porque você abandona sua dieta

 Saiba porque você abandona sua dieta
No abandono das dietas existe um ciclo vicioso bastante comum: Primeiro a pessoa se vê acima do peso e insatisfeita com seu corpo. Então resolve iniciar a dieta e utiliza esse sentimento de insatisfação como fator motivacional. Mas logos nas três primeiras semanas passa por diversas dificuldades para manter o que se prometeu, ora por ter elegido uma meta de emagrecimento fora das suas condições, ora por ter escolhido uma dieta que lhe exige muito tempo para prepara-la, ou mesmo por ter um habito alimentar que a faz descumprir o que está prescrito, e por esses, e outros motivos acaba desistindo. Ao voltar a forma antiga de alimentação vive um sentimento de frustração muito forte, fica triste e por não querer viver a tristeza, busca o prazer através da comida. Percebe-se comendo mais do que devia e sem controle, fica então com raiva de si e come mais ainda. Com o passar das semanas este movimento tende a equilibrar e a pessoa faz nova crítica do seu corpo, fica insatisfeita, promete que dessa vez conseguirá fazer dieta e emagrecerá. E assim fica nesse ciclo vicioso e tem como resultado um pouco mais de peso.

13 de setembro de 2017

Sai da dieta, e agora?

 Sai da dieta, e agora?
Um assunto comum que meus clientes trazem para discutir é como superar a culpa por ter comido mais do que estava prescrito na dieta. Às vezes citam que tem um jantar para ir, casamento, por exemplo, e já saem de casa pensando que irão se controlar, mas em determinado momento se dão conta que já escaparam da dieta e se culpam.

Vamos analisar melhor:
Primeiro: perceber que saiu da dieta já é algo positivo. Demonstra uma mudança de atitude. Pois antes de fazer um controle alimentar ingeria mais do que seu corpo precisava, por isso engordou e tomava que aquela quantidade de comida ingerida era o seu normal. Então tome como um avanço se dar conta que está comendo muito para seu novo padrão e o mais importante, não utilize esse deslize como desculpa para continuar comendo de forma desenfreada.

6 de setembro de 2017

Orgulho e Profissão.

 Orgulho e Profissão.
A pessoa precisa ter orgulho da profissão. Isso resume quase tudo. O orgulho é a delimitação do que ela é, quer dizer que ao ter orgulho da sua profissão ela percebe que está fazendo o que é certo e sente vontade de comunicar aos outros o que faz. Mantém a cabeça erguida ao contar suas atividades profissionais e mostra-se motivado.

Dessa forma, um dos papeis do orientador profissional é buscar junto ao seu orientando suas características, seus desejos e o que o faz sentir orgulho, pois esse conjunto de informações lhe será muito útil para discutir qual profissão possibilitará deste se realizar. No fim das contas quem vai escolher a profissão é o orientando, mas para ele fazer com segurança precisa ter informações, não apenas sobre a profissão, mas principalmente de si próprio. Saber o que gosta, o que o realiza, o que o faz sentir orgulho, vergonha, medo, etc. Precisa estar ciente que estará ingressando no mundo adulto e precisa se posicionar para buscar seu espaço profissional.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...