12 de dezembro de 2018

É possível se conhecer?


Conhecer a si próprio é difícil, pois a pessoa tende a avaliar seus atos a partir de seus projetos, valores e conhecimentos, mas não para de olhar o mundo, nem deixa de julgar os outros e os acontecimentos ao seu redor. Dessa forma seu foco é muito mais os outros do que a si próprio. Por isso que os outros, às vezes, nos conhecem melhor do que nós mesmos, pois eles estão com o foco no que fazemos e nas consequências, somando com as opiniões que expressamos. Um outro empecilho de conhecer a si é não saber por onde começar a observar. Em que realmente se deve prestar atenção em si para aprofundar a autodescoberta? Nesse aspecto é importante ressaltar que conhecer uma pessoa é conhecê-la no mundo entre as demais pessoas, inserida no mundo, com seus desejos e sua história.


Levando em consideração esses dois pontos que ressaltei, pode-se utilizar essas dificuldades como aliadas. Ficou expresso que é mais fácil prestar atenção no outro que em si próprio, então uma dica para se conhecer é pensar em como gostaríamos de ser avaliados pelos outros. A forma de como desejamos sermos vistos pelos outros, diz muito de nós mesmo. Pois, assim, acabamos sendo sinceros conosco. Faça uma lista como gostaria de ser avaliado no âmbito da amizade, família, trabalho, lazer e cuidado com o próprio corpo.

Seja bastante sincero, analise, faça uma comparação de como gostaria de ser visto pela sua amizade e o que realmente vem agindo com seus amigos e perceba se o resultado está indo na direção da avaliação que gostaria que o outro tivesse de você. Depois passe para o aspecto profissional, como você gostaria de ser reconhecido pelos seus colegas. Em seguida, verifique se essa imagem realmente corresponde à visão que os outros têm de você. Perceba a diferença entre o sonho e a realidade. Faça esse mesmo exercício em relação aos familiares. No aspecto de lazer, tanto os amigos, colegas e familiares podem fazer parte, veja se há diferença em como gostaria de ser visto e como realmente é solicitado a fazer, e se o número e o tipo de convites são o que você esperava. Por fim, faça uma lista de como você gostaria que os outros vissem seu corpo e qual a avaliação que os outros fazem. Não é tão fácil de fazer, porque diante da dificuldade ou mesmo de uma resposta negativa, a pessoa tende a se salvar pensando que não sabe como os outros a veem, ou mesmo não achando importante esse tipo de reflexão. Mas não seja assim, procure enfrentar a realidade como ela é e corrija o que for necessário para ser a pessoa que realmente deseja ser.

Psicólogo Flávio Melo Ribeiro
CRP12/00449


A Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual.
flavioviver@gmail.com (48) 9921-8811 (48) 3223-4386
Página no Facebook: Viver – Atividades em Psicologia
Canal no Youtube: Flávio Melo Ribeiro


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...